Poesia para Amadores

9 thoughts on “ Poesia para Amadores

  1. 24 Poemas de Amor para dedicar a tu pareja Una recopilación de grandes versos y poesías con los que aprender a amar más y mejor.
  2. Para quem for publicar, a vantagem é a facilidade de publicação; phoparlabestlacorebyzowebteva.coinfo O site é estrangeiro, mas tem página em português, e assim como o Clube de Autores você pode subir sua obra, e disponobiliza-la para venda, e talvez começar a ganhar em Euros. Você pode publicar para impressão, ou só para e-book mesmo. phoparlabestlacorebyzowebteva.coinfo
  3. Música e Poesia Para Todxs, Brasília. 1, likes · 1 talking about this. O projeto Música e Poesia Para Todxs é uma iniciativa que visa dar oportunidade de apresentação aos artistas amadores nos.
  4. Dec 02,  · Amador é aquele que ama o que faz. Retribuo com um poema meu: "Ascende, aparece, vem! pois aqui já te vejo, em mim, e meu desejo, tão meu, não quer ver que, na água transparente, o que chamo de tu, você, coisa ou gente. não é mais do que eu. Sou a gente. Estranho, contudo, o olhar diferente. com que me olho, buscando em mim o que me.
  5. Queria compartilhar esse poema que achei na internet chamado "português não é para amadores" “A diferença entre doida e doída é um acento. Assento não tem acento. Assento é embaixo, acento é em cima. Embaixo é junto e em cima separado. Na sexta comprei uma cesta logo após a sesta.
  6. O Projeto Iaras Festival está com inscrições abertas do I Concurso Iaras de Poesia para mulheres amadoras e iniciantes. O objetivo é incentivar e divulgar novas escritoras do cenário paraibano. As inscrições vão até o dia 15 de agosto, e a classificação é livre. Veja o regulamento no final da matéria.
  7. para ti ramilletes y guirnaldas con cintas, para ti multitudes en las playas, por ti clama la muchedumbre, a ti se vuelven los rostros ansiosos: ¡Ven, capitán! ¡Querido padre! ¡Que mi brazo pase por debajo de tu cabeza! Debe ser un sueño que yazcas sobre el puente, derribado, frío y muerto.
  8. allí están mis poemas: yo, como las naciones venturosas, y a ejemplo de la mujer honrada, no tengo historia: nunca me ha sucedido nada, ¡oh, noble amiga ignota!, que pudiera contarte. Allá en mis años mozos adiviné del Arte la armonía y el ritmo, caros al musageta, y, pudiendo ser .
  9. Cavo tu tumba para ponerte a dormir en ella. Cuando aún no has partido para la eternidad. Vuelvo a acariciar tu rostro con mi mirada, Tiene el mismo aspecto. De la naciente flor de cantuta. Entonces despierto al borde de un río. Mientras en la distancia llora la noche, Y esta chocita en la que duermo. Es como el estómago del cerril felino.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *